ENGULA MENOS SAPOS...



José Pedro Gomes (actor Português) dizia há uns anos atrás numa entrevista com Herman José o seguinte:

"Até perto dos 35 anos, fui engolindo vários sapos, seja das relações, seja do patronato e assim sendo vamos ficando aprisionados dentro de nós mesmos, para a própria liberdade dos outros. Hoje porém, que passei dos 40, transformei o engolir sapos em: Quero é que se foda! É que não tenho mais paciência!" 

Ao longo da vida por várias e diversificadas razões vamos engolindo sapos. Seja numa relação, onde nos calamos tantas vezes, onde nos escondemos, escutamos o que não deveríamos sequer escutar, engolimos sapos em nome de amores de plástico e não recicláveis. Deixamos de ser quem somos na sua essência sempre em favor da própria liberdade do outro e em desfavor da nossa. O outro passa sempre a ser o gerador da sua própria necessidade\felicidade à custa da sua falta de visão humana, relacional e complementaridade sentimental. O outro é o distribuidor da chuva de sapos e nós passamos a ser um canal de consumo de energia para o próprio ego daquele que mais necessita de se fortalecer. 

Seja num emprego onde tantas vezes submissos e humilhados continuamos no trilho do receio de ficar sem emprego e assim sendo nos entregamos ás vicissitudes da vida e silêncio incomensurável.

Engula menos sapos é deixar de ser exactamente quem tu nunca foste e realizares-te exactamente da forma que tu és. Caminhamos muitas vezes para um novo dia que não sabemos em certeza se nos trará a visão do sol  ou o fechar dos olhos para sempre.  Tristemente tantos caminham cabisbaixos numa frenética luta contra si mesmos. Respeito ao Patrão, respeito ás relações, respeito às regras,à respeito à moralidade, respeito à lealdade, respeito à cumplicidade, respeito à sociedade, respeito à ética, respeito ao próximo, respeito às opções, respeito às escolhas, respeito às nomenclaturas, respeito à hierarquia...respeito...pois direi da seguinte forma parafraseando Albert Camus:

Nada é mais desprezível que o respeito baseado no medo.




Comentários

Claudia Dias disse…
" respeito ás relações, respeito ás regras,à respeito à moralidade, respeito à lealdade, respeito à cumplicidade, respeito à sociedade, respeito á ética, respeito ao próximo, respeito ás opções, respeito ás escolhas, respeito ás nomenclaturas, respeito à hierarquia"

Agora vais engolir este sapo!: esses parágrafo tem acentos correctos e incorrectos. porque não colocar todos correctos? :P
Bruno Fernandes disse…
Engoli, baixei a cabeça humildemente e corrigi...lol

Postagens mais visitadas