quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

FRAGMENTOS DE MEMÓRIAS ETERNAS


Ninguém assassina memórias e muito menos as dota ao esquecimento. Às vezes custa lembrar de faces, momentos que, mesmo que não perdurem mais, continuam ativos na lembrança. Um dia de cada vez vou recomeçando. Cada quadro um momento, cada momento com as suas diferenças magistrais. 

A lembrança remete-nos à sensação de que, certas pinturas perduram no olhar e no sorriso que nos consome intensamente "forever and ever". Há verdades indesmentíveis e indescritíveis. E um desses quadros carrega o nome de intimidade.

E mesmo que hoje perdure apenas a memória do ontem, poderei sempre dizer...que o nada que hoje sei de ti, é tudo o que ontem sempre soubeste de mim.