THE AMERICAN WAY OF LIFE - A LIBERDADE QUE DÁ DIREITO À MORTE



Nesta última semana no país que se define como o mais democratizado do mundo, pude constatar  a vergonhosa ideologia que existe no combate às armas nas mãos de qualquer cidadão americano.  E este culto nacionalizado vem desde os tempos dos comboys. Os Estados Unidos baseiam a sua autenticidade no "American Way of Life" o que quer dizer que prezam a liberdade pessoal de uma forma muito abrangente, Na ideologia de um americano comum o estado deve intervir o mínimo possível na sua vida. 

O porte de armas nos estados unidos funciona como uma espécie de “Sharia” ou leis do alcorão para os americanos. Está perfeitamente enraizado e estabelecido  e consta da 2º emenda da constituição americana.


Feitas as contas existem contabilizadas entre 270 a 310 milhões de armas nos lares americanos! Um número absurdamente esclarecedor do fundamentalismo existencial no que toca a armas.

Os republicanos esta semana tomaram uma posição digna de uns verdadeiros carniceiros do Estado Islâmico ao não apoiarem a proposta democrata do Presidente Obama, para a limitação de venda de armas.

E assim sendo continuaremos a assistir a casos como o da escola Primaria de Sandy Hook onde estas crianças morreram vitimas de mais um lunático.



O poderoso lobby existencial em torno da NRA - Nacional Rifle Association, opõe-se totalmente a restrições no que toca a venda de armas e por isso mesmo havendo inúmeros interesses por detrás desta e outras associações.

Como título de curiosidade existem bancos nos estados unidos que na abertura de uma conta à ordem oferecem uma arma de fogo como brinde. 

No meio desta liberdade exageradamente ignóbil tantas vezes o fundamental passará por uma profunda remodelação de mentes e ideologias  que combatam ou restrinjam a venda das mesmas. 

Os tiroteios entre gangues, massacres, posse de armas em larga escala em praticamente todas as casas americanas leva a uma histeria enganosa no povo americano que deduz estar sempre em causa a sua liberdade e defesa pessoal. 

O que é mais incrível nesta "American Way of Life" os profetas da democratização única num espaço de liberdade também ele único, não difere muito do fundamentalismo islâmico no que toca a aplicar a chamada "sharia" ou lei de Alá.

Tanto de um lado como de outro continuaremos a proclamar liberdades perfeitamente desajustadas da própria liberdade em si. E esta liberdade que se designe pela vida e nunca pela morte.

BM

Comentários

Postagens mais visitadas